PUBLICIDADE
Topo

Notícias

10 coisas para cortar do dia a dia e economizar até R$ 1.000

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

do UOL

27/10/2020 04h00

Se está difícil descobrir por onde começar a reduzir o orçamento, esta coluna te dá uma ajudinha. Na coluna de hoje, eu, Yolanda Fordelone, economista do Econoweek, a tradução da economia, separei dez itens para você cortar do dia a dia e economizar até R$ 1.000.

A marca mais cara por achá-la melhor

As empresas geralmente têm várias linhas de produto e inconscientemente acabamos associando preço à qualidade. Nesta quarentena, troquei diversas marcas, experimentei coisas novas e me surpreendi positivamente com várias delas. No vídeo acima, mostro alguns exemplos.

Se você conseguir economizar R$ 5 em cada compra semanal, são R$ 20 no mês.

Tarifa de manutenção de conta bancária

Meu namorado outro dia disse que paga R$ 40 para manter a conta. Foi quase fim de relacionamento. Além de existir o pacote essencial que todo banco deve oferecer - é regra do Banco Central - tem também diversas contas digitais que não te cobram pelo serviço. Aqui já somamos R$ 60 de economia.

Tarifa de manutenção do cartão de crédito

Hoje em dia há vários cartões sem anuidade. Coloquei no cálculo o valor de R$ 30 que era o que eu pagava no meu ex-cartão. Com isso, somamos R$ 90 de economia.

Garrafas de água

Sempre ando com a minha garrafa de água. Parece bobo, mas vamos supor que a água seja R$ 3. Se você sair três vezes por semana para fazer algo (ir ao banco, no mercado ou a um médico), já são R$ 36 no mês. Na nossa soma, a economia está em R$ 126.

Assinaturas e serviços que você não vai usar

Eu sou super a favor de fazer exercícios, de ler com regularidade, entre outras atividades. Mas se na sua rotina não cabe esse hábito repense se vale a pena ficar pagando tanta assinatura. Para efeito de cálculo coloquei aqui o valor de R$ 70 da assinatura de um clube de livro. A economia está em R$ 196.

Dados da internet do celular

Três dicas para este corte: lembre-se de sempre se conectar ao wifi quando estiver em casa, faça o download de podcasts ou vídeos que vá ver enquanto malha ou estiver fora de casa, e se ficar fora de casa muito tempo, peça o wifi do lugar onde estiver. Vamos colocar aqui uma economia de uns R$ 15 que foi o que eu consegui adotando isso. Até aqui, R$ 211 economizados.

Arrume suas roupas se possível

Nesta quarentena, um tênis velho de caminhar furou a pontinha e uma saia branca, nova, manchou de verde. Pesquisando no Youtube descobri como arrumar Eu pesquisei nas profundezas do YouTube e descobri como arrumar furos, além de tirar manchas de roupas brancas com água quente e açúcar.

Economizei em torno de R$ 200 só de não comprar algo novo somando R$ 411 na nossa poupança total.

Temperos em grande quantidade

As pessoas passaram a cozinhar mais nos últimos meses e, com isso, a desperdiçar mais comida. Na hora de preparar algo diferente compre o tempero ou item extra em pequenas quantidades se você nunca mais for usar. Você pode até comprar produtos a granel porque, se comprar muito, a chance de esquecer no fundo do armário e estragar é grande.

Vou colocar aqui uns R$ 30 de economia porque não é só tempero. É tudo que as receitas especiais exigem. No total, R$ 441 de economia.

Pacotes individuais

Em geral, os pacotes de pequenas porções custam mais caro do que os que possuem maior quantidade. O mesmo vale para para as comidas de porção individual. Para itens que vão ser consumidos, como arroz ou uma comida semipronta, prefira os pacotes maiores e divida você mesmo as refeições em porções individuais, nem que tenha de congelar.

Espaço na sua casa

Não é tão óbvio assim, mas o espaço custa dinheiro. Primeiro porque se você acumular muitas coisas fica com a impressão que precisa de um apartamento ou casa maior, e isso significa mais dinheiro (seja em aluguel ou comprando um imóvel).

Além disso, se você economizar em espaços evita ficar comprando móveis desnecessários. Na quarentena, meu namorado veio morar aqui em casa e cogitamos comprar uma nova cômoda para as camisetas. Mas foi só eu reorganizar minha bagunça que coube tudo e economizamos R$ 500. Com os R$ 441 que guardamos nos outros cortes, já são R$ 941.

O que você já cortou do seu dia a dia que ajudou a economizar? Deixe um comentário ou fale com a gente no nosso canal do YouTube, Instagram e LinkedIn. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Notícias