PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Mercado eleva perspectiva para a Selic em 2021 a 2,75%

O levantamento mostrou que os economistas consultados continuam vendo a Selic a 2% em 2020 - Getty Images/iStockphoto
O levantamento mostrou que os economistas consultados continuam vendo a Selic a 2% em 2020 Imagem: Getty Images/iStockphoto

26/10/2020 09h45

O mercado elevou a perspectiva para a taxa básica de juros em 2021, ao mesmo tempo em que passou a ver contração menor da economia este ano e elevou as perspectivas para inflação, de acordo com a pesquisa Focus divulgada hoje pelo Banco Central.

O levantamento mostrou que os economistas consultados continuam vendo a Selic a 2% em 2020, mas passaram a ver a taxa básica de juros a 2,75% no ano que vem, de 2,50% antes. Por outro lado, o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, continua vendo a Selic nos atuais 2% tanto ao final deste ano quanto do próximo.

O Comitê de Política Monetária anuncia na quarta-feira sua decisão sobre a Selic, com expectativa de que mantenha a taxa enquanto espera para ver como uma recuperação econômica inicial vai evoluir, embora a maioria dos economistas ouvidos pela Reuters agora enxerguem riscos de os juros inclinarem-se para cima.

Já para a economia a perspectiva no Focus agora é de uma contração do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,81% em 2020, de queda de 5% estimada antes. Para o ano que vem, entretanto, a conta piorou, com o crescimento estimado em 3,42%, de 3,47% antes.

O Focus apontou ainda que a expectativa para a alta do IPCA agora é de 2,99% e 3,10% respectivamente em 2020 e 2021, de 2,65% e 3,02% na semana anterior.

O centro da meta oficial de 2020 é de 4% e, de 2021, de 3,75%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Notícias