PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Teve auxílio emergencial de R$ 300 cancelado? Pode recorrer até 2/11

Cancelamento da extensão do auxílio emergencial pode ser contestado até 2 de novembro  - Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo
Cancelamento da extensão do auxílio emergencial pode ser contestado até 2 de novembro Imagem: Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 18h25Atualizada em 26/10/2020 21h04

Os beneficiários do auxílio emergencial que tiveram a extensão de R$ 300 cancelada e não concordam com a justificativa para a perda do benefício podem entrar com o pedido de contestação até 2 de novembro, por meio do site da Dataprev.

No momento, o pedido está disponível apenas para quem não é beneficiário do Bolsa Família. Para os beneficiários do Bolsa Família, as regras devem ser divulgadas depois.

Após a reanálise dos dados, caso a contestação seja aceita, o auxílio emergencial voltará a ser pago no mês seguinte ao pedido.

A MP (Medida Provisória) nº1000, responsável pela extensão, determina que todo mês deve haver reavaliação dos critérios de emprego formal, recebimento de benefícios assistenciais ou previdenciários, e falecimento do beneficiário. Se forem identificadas divergências pelo Ministério da Cidadania, o benefício é cancelado.

"Estamos trabalhando para ter o máximo de efetividade no pagamento do auxílio e da extensão do auxílio e estamos sendo reconhecidos mundialmente por isso. Todo mês são feitas revisões com o cruzamento de dados do Governo Federal, para que o dinheiro chegue àqueles que realmente precisam", disse o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Notícias