PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Ao menos 78 rebeldes pró-turcos morrem em ataques "russos" na Síria, afirma ONG

26/10/2020 08h47

Beirute, 26 Out 2020 (AFP) - Ao menos 78 combatentes rebeldes sírios pró-turcos morreram nesta segunda-feira em vários ataques aéreos "russos" contra um campo de treinamento na província de Idlib, noroeste da Síria, afirmou a ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O balanço pode ser mais elevado porque os ataques também deixaram mais de 90 feridos no campo do grupo Faylaq al Sham, uma facção rebelde síria a serviço da Turquia, atacada pela aviação russa, afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

A Rússia ajuda militarmente o governo do presidente sírio Bashar al-Assad na guerra contra os grupos rebeldes e jihadistas.

Os ataques desta segunda-feira atribuídos pelos rebeldes à Rússia mataram 78 combatentes, de acordo com o balanço atualizado divulgado pelo OSDH (o primeiro citava 34 mortos e o segundo 56).

Vários feridos estão em condição crítica, segundo a ONG.

Moscou e Ancara negociaram em várias ocasiões um cessar-fogo para o noroeste da Síria e uma frágil trégua está em vigor desde março na região, apesar dos combates esporádicos.

lar/tgg/tp/zm/mar/fp

Notícias