PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Erdogan diz que Macron precisa de terapia por tratamento a muçulmanos

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan - Adem Altan/AFP
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan Imagem: Adem Altan/AFP
do UOL

Colaboração para o UOL, em Santos

24/10/2020 10h40

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que o primeiro-ministro francês, Emmanuel Macron, precisa de "tratamento mental", em razão de medidas que desagradaram a comunidade muçulmana no país europeu.

"Qual é o problema de Macron com o Islã e os muçulmanos? Ele precisa de tratamento para a saúde mental", disse Erdogan, no congresso do Partido da Justiça e Desenvolvimento, na província central de Kayseri, de acordo com o jornal turco Daily Sabah.

"O que se pode dizer de um chefe de Estado que trata assim milhões de membros de uma minoria religiosa em seu país? Em primeiro lugar, ele precisa avaliar a saúde mental", afirmou.

No começo do mês, Macron lançou um plano para, segundo ele, coibir o islamismo radical e defender "valores seculares" de seu país. Ele disse, ainda, que o Islâ é uma "religião em crise".

Medidas, como o fechamento de mesquitas e supostas perseguições a muçulmanos no país, têm sido alvo de crítica por comunidades islâmicas.

Notícias