PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Quirguistão celebrará novas eleições legislativas em dezembro

21/10/2020 06h54

Bishkek, Quirguistão, 21 Out 2020 (AFP) - O Quirguistão organizará novas eleições legislativas em 20 de dezembro, depois que o resultado da votação anterior, celebrada em outubro, foi anulado pela grave crise política provocada, o que também motivou a renúncia do presidente do país.

A Comissão Eleitoral Central anunciou em um comunicado que a nova data foi estabelecida por decisão unânime de seus membros.

O Quirguistão enfrenta uma profunda crise política desde as eleições legislativas de 4 de outubro, vencidas por partidos próximos ao então presidente Sooronbaï Jeenbekov, o que gerou confrontos que deixaram um morto e 1.200 feridos.

Os resultados foram contestados por suspeitas de compra de votos e foram anulados. A decisão, porém, não foi suficiente para estabilizar o país e o presidente se viu obrigado a renunciar na semana passada.

Jeenbekov foi substituído pelo populista Sadyr Japarov, de 51 anos, libertado da prisão por seus partidários durante a crise. Ele aproveitou o caos para ser nomeado primeiro-ministro e obter em seguida a presidência de maneira interina.

O Parlamento ainda vai determinar a data das eleições presidenciais. O Quirguistão é o país mais pluralista, mas também o mais instável, da Ásia Central. Foi cenário de violentas revoltas em 2005 e 2010, que terminaram com dois presidentes no exílio. Um terceiro chefe de Estado, Almazbek Atambayev, antecessor de Jeenbekov, está preso.

tol-cr/rco/alf/pz/msr/bl/fp

Notícias