PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Emboscada talibã mata 25 membros das forças de segurança no Afeganistão

Ao menos 25 membros das forças de segurança afegãs morreram em uma emboscada atribuída aos talibãs  - Massoud Hossaini/AFP
Ao menos 25 membros das forças de segurança afegãs morreram em uma emboscada atribuída aos talibãs Imagem: Massoud Hossaini/AFP

Em Konduz (Afeganistão)

21/10/2020 06h04Atualizada em 21/10/2020 06h46

Ao menos 25 membros das forças de segurança afegãs morreram em uma emboscada atribuída aos talibãs no nordeste do país, anunciaram hoje as autoridades.

"Estavam a caminho de uma operação no distrito quando foram atacados pelos talibãs", afirmou à AFP Jawad Hejri, porta-voz do governador da província de Takhar.

"Os talibãs assumiram posições nas casas da região e executaram uma emboscada contra nossas forças", completou. "Os combates continuam e os talibãs também sofreram muitas baixas".

Abdul Qayum, diretor do serviço de saúde da província, confirmou o ataque, mas anunciou um balanço de 34 membros das forças de segurança mortos.

Os talibãs não reagiram às informações. O grupo insurgente e o governo dos Estados Unidos assinaram em fevereiro um acordo histórico após 19 anos de guerra.

Washington se comprometeu a retirar todos os militares do Afeganistão e, em troca, os talibãs prometeram não permitir que grupos terroristas operem a partir dos territórios que controlam, não atacar cidades e iniciar conversações de paz diretas com o governo de Cabul.

Mas as negociações afegãs começaram apenas em setembro em Doha, no Catar, e a violência não diminuiu no Afeganistão. Por sua vez, as forças americanas prosseguiram com a retirada como estava planejado.

Notícias