PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Polícia prende suspeitas de atacar mulheres em Paris e investiga motivação

Duas mulheres foram esfaqueadas no último domingo (18) debaixo da Torre Eiffel - Divulgação/Facebook
Duas mulheres foram esfaqueadas no último domingo (18) debaixo da Torre Eiffel Imagem: Divulgação/Facebook
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/10/2020 22h28

A polícia francesa prendeu hoje (20) duas mulheres suspeitas de esfaquearem outras duas debaixo da Torre Eiffel, em Paris, na França, no último domingo (18). Elas enfrentarão acusações de tentativa de homicídio, informaram as autoridades.

As vítimas são duas mulheres francesas de origem argelinas identificadas como Kenza e Amel. Embora a imprensa francesa negue que tenha sido um crime de ódio, a comunidade islâmica na França pede que a polícia investigue.

Ambas utilizavam lenços em suas cabeças no momento do ataque. Kenza foi esfaqueada seis vezes e teve o pulmão perfurado. Amel teve as mãos atingidas e precisou passar por cirurgia, informou o Mirror, do Reino Unido.

Em entrevista ao Liberation, Kenza afirmou que a confusão se iniciou depois que sua família pediu para que as supostas agressoras afastassem seus cachorros. Por volta das 20h, as mulheres com os cães surpreenderam Kenza e Amel, no escuro, com facas.

Notícias