PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Índia autoriza reabertura de cinemas e escolas, apesar do aumento de casos

16.set.2020 - Pessoas usam máscara de proteção contra o novo coronavírus em Nova Déli, na Índia - Sajjad Hussain/AFP
16.set.2020 - Pessoas usam máscara de proteção contra o novo coronavírus em Nova Déli, na Índia Imagem: Sajjad Hussain/AFP

De Nova Délhi

01/10/2020 04h41

O governo da Índia autorizou nesta quarta-feira a reabertura de cinemas e escolas a partir de 15 de outubro, na quinta fase da desaceleração da pandemia da covid-19, apesar de o país, o segundo com mais casos, ter agora 6,2 milhões de infecções e quase 100 mil mortes pela doença.

As diretrizes publicadas pelo Ministério do Interior da Índia dão sinal verde para o retorno às aulas, embora deixem a viabilidade de implementação à decisão dos governos regionais. Além disso, os pais devem autorizar esse estudo presencial por escrito.

Da mesma forma, permite a reabertura de salas de cinema com uma capacidade limitada a 50%.

O despacho também amplia a decisão anterior de permitir encontros públicos dentro de um imóvel para até 100 pessoas, autorizando que a partir do dia 15, os locais de reuniões possam receber até 200, desde que represente 50% da sua capacidade.

Para os espaços abertos não há limite de participantes, desde que as medidas sanitárias sejam cumpridas com o uso de máscaras e o distanciamento social.

Medidas semelhantes foram ditadas para parques recreativos, enquanto as piscinas só podem ser usadas para esportes.

Esse desconfinamento entrará em vigor no momento em que a Índia começa uma longa temporada de festas o que significa grandes multidões e uma retomada do consumo, importante para a economia.

Com a fase cinco, a Índia terá retirado quase todas as suas restrições, mantendo medidas rigorosas apenas dentro das zonas definidas como áreas de contágio, na tentativa de impulsionar a atividade econômica do país.

As restrições também são mantidas em voos internacionais, exceto para viagens de repatriação e rotas por meio de bolhas ou pontes aéreas, que permitem a conexão da Índia com uma dezena de países de forma controlada e mediante acordos bilaterais.

Segundo os últimos dados oficiais, a Índia atingiu hoje 6.225.763 casos, com mais de 80 mil novas infecções registradas nas últimas 24 horas, com um total de 97.497 mortes por covid-19.

Notícias