PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Trevisan: Não é papel da ministra Damares condenar proteção da infância

do UOL

Do UOL, em São Paulo

27/09/2020 04h00

Na última esta semana, uma reportagem da Folha de S.Paulo revelou que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, teria agido nos bastidores para tentar impedir que a menina de dez anos estuprada pelo tio no Espírito Santo abortasse. Em entrevista para a rádio Gaúcha, a ministra negou o envolvimento no caso.

Na avaliação da colunista do UOL, Carolina Trevisan, "é muito grave que alguém tenha interferido contra os direitos da infância" — avaliou no podcast Baixo Clero #58, de que participam também Carla Araújo e Diogo Schelp.

"A menina era uma criança e ela estava sob a lei em dois aspectos: é possível fazer o aborto legal quando a gravidez é fruto de estupro e quando a mãe sofre risco de morte, o que era o caso dela", analisa. (ouça a partir do minuto 20:48)

Segundo a reportagem, Damares teria coordenado uma operação para transferir a criança de 10 anos de São Mateus (ES), onde morava, para um hospital em Jacareí (SP). Diversas reuniões teriam sido feitas para efetuar o plano e aguardar a evolução do feto até a realização de uma cesária.

Técnicos do Ministério e aliados políticos foram encaminhados à cidade para para retardar o aborto, segundo o jornal, que diz ainda que Damares chegou a participar, por videochamada, de um desses encontros.

"Imagina se a gente começa a inserir questões religiosas nesse tema do aborto legal fruto de estupro? A Damares tem essa prática, ela usa de ações que tinha na igreja a que pertencia dentro da política. Mas isso não pode interferir, não é à toa que o estado é laico", diz Trevisan. "Em uma live com o presidente, Damares fala que defende a vida desde a concepção, ou seja, está condenando a menina e a família da menina outra vez, e não é esse o papel da Ministra", completa. (ouça a partir do minuto 21:19)

No episódio do podcast, os jornalistas também comentaram sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na ONU, que, segundo o colunista do UOL Diogo Schelp, foi uma aula de como fazer Fake News. Além de abordarem o tema da proximidade das eleições municipais.

Baixo Clero está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcasts, no Castbox, no Deezer e em outros distribuidores. Você também pode ouvir o programa no YouTube. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Notícias