PUBLICIDADE
Topo

Notícias

UTV: mistura de carro e quadriciclo não roda na rua e é febre em ralis

Sigla UTV vem de "Utility Task Vehicle", algo como "veículo utilitário multitarefas" - Vinícius Branca/4×4 Aventura/Vipcomm
Sigla UTV vem de 'Utility Task Vehicle', algo como 'veículo utilitário multitarefas'
Imagem: Vinícius Branca/4×4 Aventura/Vipcomm
do UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

26/09/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Veículo tem características de carro e quadriciclo e não pode rodar nas ruas
  • Custo mais acessível e robustez atraem pilotos de rali
  • Brasil já conquistou dois títulos do rali Dakar na categoria de UTVs

Faz alguns anos que os ralis foram "invadidos" por simpáticas criaturas. Elas não são grandes como um automóvel e nem tão pequenas quanto uma motocicleta. São os chamados UTVs.

A sigla "UTV" vem de "Utility Task Vehicle", algo como "veículo utilitário multitarefas, traduzindo para o português.

Traduzindo em miúdos, o UTV é uma espécie de meio termo entre um carro e um quadriclo. Isso porque base e motorização são parecidas com as de um quadriciclo, aqueles veículos com jeitão de moto feitos para trabalho no campo e lazer em trilhas.

Entretanto, o UTV conta com uma "gaiola", uma estrutura tubular que fica em volta da carroceria para proteger os passageiros em capotagens e acidentes. Essa característica, aliás, permite que dois passageiros (piloto e navegador, no caso de ralis) se acomodem no veículo.

Assim como os quadriciclos, os UTVs não podem ser emplacados e, portanto, não estão autorizados a circular em vias públicas.

Custos mais em conta

Maverick X3 RR 1 - Divulgação - Divulgação
Maverick X3 RR é a escolha de muitos pilotos de competição
Imagem: Divulgação

A confiabilidade mecânica e o preço estão entre os principais atrativos de quem utiliza um UTV para competir.

No caso da Can-Am, uma das maiores fabricantes de quadriciclos e UTVs do mundo, o modelo de competição mais acessível parte de R$ 94.990.

O Maverick X3 Turbo já vem "preparado de fábrica" para encarar trilhas e obstáculos complexos com facilidade. Seu motor turbo de 120 cv precisa movimentar apenas 672 kg, o que resulta em uma relação peso/potência de impressionantes 5,6 kg/cv.

A altura livre do solo é de 35,6 cm e o conjunto de suspensão e amortecedores é feito para suportar impactos. Pneus e rodas também são especiais para performance.

Adaptado aos ralis

Maverick X3 RR 2 - Divulgação - Divulgação
X3 RR é o UTV mais apto a ralis
Imagem: Divulgação

O modelo mais sofisticado da Can-Am é o Maverick X3 X RS Turbo RR. Por R$ 129.990, ele tem 195 cv e sistema com quatro modos de tração: dianteira e três modos de 4x4.

Assim como no X3 Turbo, os amortecedores são fabricados pela Fox, uma das marcas mais renomadas do setor. O sistema de freios tem discos ventilados nas quatro rodas.

O desempenho do UTV nos ralis, aliado ao custo mais acessível em comparação a um automóvel, vêm atraindo muitos pilotos e navegadores antes acostumados com os carros.

Leandro Torres e Lourival Roudan - Marcelo Melo/Photosdakar.com - Marcelo Melo/Photosdakar.com
Leandro Torres e Lourival Roudan conseguiram feito histórico com UTV
Imagem: Marcelo Melo/Photosdakar.com

O Brasil é bicampeão da categoria no rali Dacar. Em 2017, Leandro Torres e Lourival Roudan conseguiram um feito histórico ao vencerem a prova no ano de estreia dos UTVs. Foi o primeiro título conquistado por brasileiros no rali mais famoso e difícil do mundo.

No ano seguinte, foi a vez dos experientes Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin repetirem a dose na classificação geral.

No Rally dos Sertões, a participação dos UTVs é cada vez maior. Nomes como Helena Deyama, bicampeã de Rally Cross Country, estão entre os que vão se aventurar na edição deste ano.

Versões 'normais'

Can-Am Defender - Divulgação - Divulgação
Defender é um UTV voltado para o trabalho pesado
Imagem: Divulgação

Os UTVs também possuem modelos mais "mansos" para uso recreativo em trilhas e até trabalho no campo.

A linha Defender, também da Can-Am, começa em R$ 75.990. Possui um motor de 50 cv e pode rebocar até 1.134 kg. A capacidade de carga útil é de 680 kg, quase o mesmo de uma Volkswagen Saveiro Robust.

Além das dimensões, as diferenças para uma picape leve convencional estão na suspensão reforçada para enfrentar qualquer tipo de terreno, inclusive com tração 4x4 e diferencial dianteiro autoblocante - itens indisponíveis nos veículos comerciais.

Notícias