PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Premier italiano defende reforma da previdência no país

26/09/2020 14h07

ROMA, 26 SET (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, defendeu que seu governo faça uma reforma da previdência que diferencie tipos de trabalho durante um evento sobre economia e meio ambiente em Trento realizado neste sábado (26).   

"Entre as reformas que esperamos poder trabalhar está a da previdência. Precisamos colocar um assunto na mesa: por exemplo, fazer uma lista de trabalhadores extenuantes me parece a melhor escolha. Um professor universitário gostaria de trabalhar aos 70 anos, enquanto outros tantos trabalhos extenuantes não permitem uma vida laboral tão longa. Precisamos ter coragem de diferenciar", disse aos presentes.   

Ainda sobre a economia, Conte falou sobre os números melhores apresentados por agências de risco para o Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2020, ano duramente afetado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Apesar de concordar que os números serão mais positivos do que o esperado, o premier alertou que se toda a zona do euro não crescer, isso não ocorre. "Não vamos crescer sozinhos", pontuou.   

Outro ponto ressaltado é que o governo não trabalha com a possibilidade de um novo lockdown nacional, apenas com intervenções pontuais.   

O chefe do Governo italiano ainda ressaltou a importância de ter a "renda de cidadania", a ajuda financeira dada por Roma para os mais pobres da sociedade, e da implementação do auxílio emergencial durante a crise sanitária. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias