PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Jovem de 20 anos sobrevive a queda de avião na Ucrânia que matou 26 pessoas, a maioria estudantes

26 pessoas morreram na queda de avião militar na Ucrânia - SERGEY BOBOK/AFP
26 pessoas morreram na queda de avião militar na Ucrânia Imagem: SERGEY BOBOK/AFP

26/09/2020 15h22

Vinte e seis pessoas morreram na queda de um avião militar na noite desta sexta-feira (25) no leste da Ucrânia, a maioria jovens de 19 a 22 anos. O presidente Volodimir Zelenski decretou um dia de luto nacional e visitou no hospital o único sobrevivente da tragédia, um cadete de 20 anos.

O avião transportava 27 pessoas, das quais sete tripulantes e 20 estudantes da Universidade Nacional de Aviação de Járkov que faziam um treinamento. Dois cadetes sobreviveram à catástrofe, mas um deles, em estado "extremamente grave", morreu na manhã deste sábado (26).

O segundo ferido, Vyatcheslav Zolotchevsky, sofre uma concussão cerebral, mas sua vida não está em risco, segundo a clínica militar onde está internado, em Kharkiv. O presidente ucraniano viajou para o local do acidente e visitou a vítima no hospital.

"A Ucrânia perdeu 26 de seus filhos", disse Zelenski, no Facebook, na legenda de uma foto posada ao lado do sobrevivente. O jovem aparece numa cama de hospital com curativos na testa e no braço.

Heroísmo

Segundo o presidente, o cadete "retomou consciência perto da carcaça" da aeronave acidentada. "O avião estava destruído, havia fogo, escuridão e corpos por todo o lado. Uma dessas pessoas estava em chamas", acrescentou o líder ucraniano, que parabenizou Zolotchevsky por seu "heroísmo" por ter tentado socorrer o colega, em meio à tragédia.

Em imagens divulgadas pelas autoridades nas redes sociais, o avião Antonov An-26 é visto parcialmente destruído e tomado por chamas, próximo a uma estrada. Segundo informações preliminares, o comandante do avião informou que um dos motores falhou sete minutos antes do acidente. Ele tentou realizar um pouso de emergência, a dois quilômetros do aeroporto de Tchuguiv.

Aparelho com mais de 40 anos

Os estudantes não participavam da pilotagem, declarou o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU). O ministro da Defesa, Andrii Taran, afirmou que "muito provavelmente o avião tocou o solo com sua asa", segundo um comunicado. O aparelho foi construído em 1977, mas ainda podia voar por três anos sem renovações, disse Taran.

O Antonov An-26 é uma aeronave de transporte leve concebida na Ucrânia nos tempos soviéticos. Com um comprimento de 24 metros, pode voar a 440 km/h nas condições ideais.

Líderes estrangeiros, entre eles o presidente polonês Andrzej Duda, o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau e o chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, enviaram mensagens de condolências desde sexta-feira.

Vários aviões militares caíram na Ucrânia em voos de treinamento nos últimos anos.

Notícias