PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Advogada iraniana Nasrin Sotoudeh encerra mais de 45 dias de greve de fome

26/09/2020 11h53

Teerã, 26 Set 2020 (AFP) - A advogada iraniana, Nasrin Sotoudeh, que defende os direitos humanos em seu país, encerrou mais de 45 dias de greve de fome devido a problemas de saúde, anunciou seu marido neste sábado (26).

"Falamos muito brevemente nesta manhã. Decidiu romper sua greve de fome por medo de piorar sua doença cardíaca", informou por telefone à AFP seu marido, Reza Khandan.

Khandan anunciou nas redes sociais que Sotoudeh, de 57 anos, havia iniciado uma greve de fome em 11 de agosto para denunciar as condições de prisão dos presos políticos detidos por motivos "inverossímeis", e seu horizonte judicial pouco claro.

Sotoudeh foi hospitalizada depois de ficar "gravemente debilitada" pela greve de fome, anunciou Reza Khandan em 19 de setembro. Voltou à prisão na quarta-feira "sem nenhuma intervenção médica" após cinco dias de internação, lamentou.

ap/kam/on/mab/eg/aa

Notícias