PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Acusado de matar Marielle tem ligação com o jogo do bicho, diz promotora

Ronnie Lessa já trabalhou para sobrinho do bicheiro Castor de Andrade, segundo Simone Sibilio, promotora do MPRJ - Marcelo Theobald/Agência O Globo
Ronnie Lessa já trabalhou para sobrinho do bicheiro Castor de Andrade, segundo Simone Sibilio, promotora do MPRJ Imagem: Marcelo Theobald/Agência O Globo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

25/09/2020 11h42

O policial reformado Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Gomes, mortos em março de 2018, possui ligações com o jogo do bicho no RJ, disse Simone Sibilio, promotora do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro).

"O caso Marielle, nesse sentido, ele escancara algumas investigações que, até então, estavam de fato paralisadas. Essas pessoas, conhecidas no submundo do crime, não eram incomodadas", disse a promotora em entrevista para a série "Bicheiros: Jogo Perigoso", da CNN Brasil.

"Ronie Lessa, por exemplo, tem vínculos com toda essa parte da contravenção (jogo do bicho). Ele já trabalhou para o Rogério de Andrade, para a família de Rogério de Andrade", concluiu.

Hoje, o UOL revelou que Ronnie Lessa recorreu a dois delegados e um chefe de investigação da Polícia Civil para reabrir seu bingo clandestino na zona oeste do Rio. O bicheiro Rogério de Andrade era sócio do policial reformado na empreitada.

Rogério de Andrade é sobrinho do famoso bicheiro Castor de Andrade, morto em 1997 e que teve ligações no futebol e no Carnaval carioca, tendo sido presidente de honra do Bangu e patrono da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel.

No primeiro episódio da série da CNN, que vai ao ar no canal no próximo domingo (27), às 19h15, contará a história de Castor de Andrade e do jogo do bicho no RJ, revelando bastidores das investigações do MPRJ contra os bicheiros e a história da família Andrade. A entrevista com a promotora Sibilio também irá ao ar na estreia da produção.

Notícias