PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Prefeito de centro-direita deve ser reeleito em Veneza

21/09/2020 20h19

VENEZA, 22 SET (ANSA) - A cidade de Veneza deve reeleger o atual prefeito de centro-direita, Luigi Brugnaro, na primeira eleição na Itália após o início da pandemia de Covid-19, realizada em 20 e 21 de setembro.   

Segundo pesquisa de boca de urna elaborada pela empresa Opinio Italia para a rede pública de televisão "Rai", o político do partido conservador Força Itália (FI) aparece com 49,5% a 53,5% dos votos, contra 29,5% a 33,5% de Pier Paolo Baretta, do Partido Democrático (PD), de centro-esquerda.   

"As primeiras sondagens, que sabemos que devem ser feitas com cautela, confirmam os dados políticos de que o jogo ainda está aberto", afirmou Baretta.   

Segundo o candidato de centro-esquerda, há menos de um mês, alguns jornais mostraram o atual prefeito com mais de 60% dos votos. No entanto, hoje ele "não tem certeza de ganhar no primeiro turno".   

Para não disputar um eventual segundo turno, Brugnaro precisa receber mais de 50% dos votos. Ao todo, 128.251 eleitores de 205.720 inscritos (62,34%) votaram nas eleições municipais em Veneza.   

Já na região do Vêneto, o governador Luca Zaia está sendo reeleito com 76,62% dos votos, um recorde que não era atingido desde 2005, quando Vito D. Filippo, de centro-esquerda, foi eleito para governar a Basilicata, com 67%.   

Ao todo, os italianos foram às urnas em quase mil cidades. Em Trento, por sua vez, a expectativa, segundo as sondagens, é de que o candidato de centro-esquerda, Franco Ianeselli, seja eleito com 51% a 55% dos votos. Seu rival de centro-direita, Andrea Merler, aparece com 30% a 34%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias