PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Esquerda italiana reivindica vitória em região da Toscana, chave para o governo

21/09/2020 15h49

Milão, 21 Set 2020 (AFP) - A esquerda italiana saiu vencedora na região da Toscana (centro) nas eleições realizadas no último domingo e nesta segunda-feira, essenciais para a estabilidade do governo liderado por Giuseppe Conte.

"É uma vitória extraordinária", admitiu à imprensa Eugenio Giani, candidato da esquerda, que venceu com cerca de 47% dos votos. A candidata do partido opositor de extrema-direita, Liga, Susanna Ceccardi, reconheceu a derrota e obteve cerca de 40% dos votos.

A esquerda mantém um dos seus maiores redutos eleitorais, esse do qual a extrema-direita liderada por Matteo Salvini esperava obter apoio com o objetivo de enfraquecer o governo.

O reduto "vermelho", governado pela esquerda há mais de 50 anos, resistiu aos ataques da extrema-direita em um momento importante para definir o futuro da península.

Das seis regiões em jogo, a direita venceu em três: em Vêneto, com a reeleição do populista Luca Zaia; na Ligúria, com Giovanni Toti, atual presidente da região; e em Marcas, onde as projeções apontam que a ala saia como vencedora.

bur-kv/eg/bn

Notícias