PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Honda CBR 650R recebe preparação para acelerar em Interlagos; assista

Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

do UOL

Colunista do UOL

20/09/2020 04h00

A nova Honda CBR 650R chegou às lojas em julho com um DNA mais esportivo que sua antecessora. De design mais radical à suspensão invertida na dianteira, passando pelo controle de tração e pelos freios radiais, a moto ficou mais segura e divertida de pilotar, principalmente na pista.

Vendida atualmente por R$ 42.720, a CBR 650R tem a proposta de ser uma esportiva para rodar nas ruas e estradas, mas com pouca preparação pode ficar ainda melhor para acelerar em um autódromo. Como provam as motos da Copa Pro Honda CBR 650R, nova categoria monomarca de incentivo à motovelocidade nacional, no Campeonato SuperBike Brasil 2020.

A categoria chegou para substituir a Copa Honda CBR 500R, desde que o modelo saiu de linha no Brasil, estimular novos talentos e funcionar como uma classe intermediária de acesso às categorias principais.

CBR 650R curva 1 - Divulgação/Honda - Divulgação/Honda
Com pouca preparação, CBR 650R fica ainda mais divertida nas curvas de Interlagos
Imagem: Divulgação/Honda

Tive a oportunidade de acelerar a CBR 650R de pista, durante a etapa de abertura do campeonato, realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), no final de agosto. Durante os treinos, dei algumas voltas com o modelo original e a versão de corrida, para conferir na prática o que a preparação significa dentro da pista.

O que muda

As alterações já podem ser notadas nas carenagens. A roupagem original é substituída por peças mais leves e aerodinâmicas. Faróis, piscas, lanterna e espelhos são retirados, assim como o suporte de placa traseiro. A troca das carenagens faz a CBR 650R da Copa Pro Honda perder 10 kg: o peso a seco cai para 186 kg.

CBR 650R cup boxes - Divulgação - Divulgação
Novas carenagens e a retirada do sistema de iluminação, espelhos e suporte de placa fazem a CBR 650R da Copa Pro Honda perder 10 kg
Imagem: Divulgação

O motor de quatro cilindros em linha, 649 cm³, que originalmente tem potência máxima de 88,5 cv, em função das leis de emissão de ruídos, não pode sofrer alterações internas, nos sistemas de admissão e escape. Mas o regulamento permite instalar um novo mapa na Central de Controle Eletrônico da moto (ECU) e também adotar um sistema de escapamento padrão da Jeskap.

A CBR 650R "preparada" ganhou cerca de 11 cv e a potência máxima estimada das motos que alinham no grid da Copa Pro Honda é de 100 cavalos.

CBR 650R cup frenagem - Divulgação - Divulgação
Novos pneus Pirelli Diablo Supercorsa dão mais aderência nas curvas e confiança nas frenagens em uma pista
Imagem: Divulgação

Além de mais leve e potente, o que já melhora o desempenho da moto na pista, a CBR 650R de competição também tem alterações na posição de pilotagem. São instaladas pedaleiras esportivas, mais altas e recuadas, que facilitam se movimentar sobre a moto nas curvas, e também semi-guidões mais baixos, aprimorando a maneabildiade do modelo em alta velocidade.

Por último, mas não menos importante, é a troca dos pneus originais de fábrica por um par de Pirelli Diablo Supercorsa, feitos para rodar na pista. Eles oferecem mais aderência nas curvas, estabilidade nas retas e confiança para frear forte, no fim das retas do boxes.

Honda CBR 650R Interlagos - Divulgação - Divulgação
Pedaleiras e semi-guidões são substituídos: posição de pilotagem mais esportiva ajuda a contornar curvas
Imagem: Divulgação

A CBR 650R da Copa Pro Honda mostra que, com mudanças sutis e pouco investimento (cerca de R$ 11 mil), é possível transformar uma moto de rua em uma esportiva pronta para acelerar - e se divertir - na pista.

Mesmo eu, que não sou profissional, fui capaz de acompanhar o ritmo do experiente piloto Rafael Paschoalin, embaixador da Copa Pro Honda em Interlagos, e até ultrapassá-lo na reta dos boxes. Se duvida, confira o vídeo e veja todas as mudanças na Honda CBR 650R.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Notícias