PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Empresas se tornam aliadas de funcionários que querem perder peso

Grupos de emagrecimento saudável em empresas alcançam até 25% de redução de peso - I Yunmai/Unsplash
Grupos de emagrecimento saudável em empresas alcançam até 25% de redução de peso Imagem: I Yunmai/Unsplash
do UOL

Diogo Antônio Rodriguez

Do UOL, em São Paulo

18/09/2020 04h00

Resumo da notícia

  • 55,7% da população adulta do Brasil está acima do peso; impacto da obesidade dos funcionários nas empresas americanas é de até US$ 6 bilhões
  • VR Benefícios oferece app gratuito com nutricionistas, food trucks saudáveis e feira de orgânicos aos colaboradores
  • Farmax investe em restaurante 24 horas com opções de melhor qualidade e programa coletivo de perda de peso
  • Klabin também aplica programa de perda de peso; no grupo de 2019, 53 funcionários perderam juntos 254 kg
  • Na CNI, que oferece benefício similar, resultados vêm aumentando a cada edição do programa

Segundo o Ministério da Saúde, 55,7% da população adulta do Brasil está com excesso de peso e 19,8% é considerada obesa. Além do impacto na saúde, o problema também tem um impacto na economia. Não há dados no Brasil, mas nos EUA, onde 71,6% dos adultos estão acima do peso e 39,8% são obesos, as faltas no trabalho e o atendimento à saúde destes funcionários já custam às empresas US$ 6 bilhões anuais, segundo uma pesquisa das Universidades de Cornell e Duke.

"Os gastos com saúde têm sido muito grandes, a cada ano mais elevados e preocupantes. Falar em alimentação é falar em prevenção", explica Marcelo Pirani, diretor-executivo da Associação Brasileira de Recursos Humanos.

Katyana Aragão, gerente de Saúde e Segurança no Trabalho do SESI, concorda. "A empresa que está atenta à alimentação dos seus funcionários garante mais saúde e qualidade de vida a eles, e essas iniciativas podem refletir diretamente na sustentabilidade do negócio", afirma.

Nutricionistas via app

João Altman, diretor de RH da VR Benefícios - Divulgação/VR Benefícios - Divulgação/VR Benefícios
Altman, da VR Benefícios: app com nutricionistas e feira de orgânicos
Imagem: Divulgação/VR Benefícios
Entre os funcionários da VR Benefícios, não é estranho ver alguém tirando uma foto do seu prato de comida. Não é para os seguidores do Instagram: é para os nutricionistas do app oferecido gratuitamente pela empresa. "Eles avaliam a refeição de acordo com o objetivo cadastrado inicialmente pelo usuário, como emagrecimento, ganho de massa corporal, alimentação saudável ou restrições e opções alimentares", explica o diretor de RH João Altman.

Como seria de se esperar, esse é um tópico importante para uma empresa tradicionalmente focada em benefícios de alimentação. "Nós temos uma cultura organizacional de comunicar de dentro para fora. Precisamos dar o direcionamento interno e engajar os funcionários com nossos valores, antes de levar isso para o público externo", afirma Altman.

Como parte dessa iniciativa, a empresa passou a organizar uma feira quinzenal de alimentos orgânicos. Às sextas-feiras, havia um food truck com opções saudáveis. E, diariamente, diversos tipos de frutas disponíveis para o lanche. (Esses serviços foram suspensos com o início do home office, mas serão retomados após a pandemia.)

Já a Farmax, no setor farmacêutico, resolveu investir num restaurante que funciona 24 horas por dia, com opções saudáveis. "A gente tem um fornecedor local que conhece muito bem a nossa realidade, o que nos dá maior oportunidade de negociação e de elaborar pratos de maior qualidade", explica o coordenador de RH Guilherme Sartor.

Para 53 funcionários, 254 kg a menos

Funcionários da empresa Farmax, do setor farmacêutico - Divulgação/Farmax - Divulgação/Farmax
Farmax: profissionais da saúde orientam perda de peso em encontros semaias
Imagem: Divulgação/Farmax
Só cuidar da alimentação, porém, nem sempre é o suficiente. A Farmax também embarcou numa tendência cada vez mais comum entre as empresas: a criação de um programa interno voltado para quem busca emagrecer de maneira saudável. No caso deles, uma parceria com o SESI (Serviço Social da Indústria).

A participação é voluntária e não há requisitos mínimos. Em encontros semanais, um nutricionista e um professor de educação física dão orientações sobre como perder peso e avaliam o progresso dos participantes. Na edição mais recente, o grupo de 20 funcionários perdeu mais de 110 kg em 3 meses. Cerca de 40% deles diminuiu o peso em mais de 5%. Segundo evidências médicas, a partir dessa marca já há avanços reais na prevenção de doenças crônicas.

O SESI realiza um trabalho similar, também opcional, para a Klabin, empresa de papel e celulose, desde 2019. Lá, a iniciativa dura 18 semanas e conta também com um psicólogo. Na última edição, 53 funcionários conseguiram perder, juntos, 254 kg e 310 cm de circunferência abdominal.

"O programa permite que as pessoas trabalhem duro para mudar seus hábitos, mas de uma forma mais prazerosa", avalia o gerente de gente e gestão Cláudio Henrique Carvalho Lopes. "As pessoas conseguem, no dia-a-dia, a motivação para uma vida mais saudável e melhor."

Na Confederação Nacional da Indústria (CNI), colaboradores que desejam perder peso contam com uma equipe multidisciplinar composta por nutrólogo, nutricionista, educador físico, psicólogo e médico. Os resultados vêm melhorando a cada edição: na primeira, cada colaborador perdeu, em média, 21% do peso. Na seguinte, o índice subiu para 25%.

Para Amilton Cabral Júnior, gerente de promoção da saúde da CNI, os benefícios do programa são evidentes. "Ele evita que pessoas que poderiam estar bem acabem afastadas do trabalho", afirma. "A ideia é que a gente entre nesse processo antes que aconteça algum problema".

O Prêmio Lugares Incríveis para Trabalhar é uma iniciativa do UOL e da Fundação Instituto de Administração (FIA) que vai destacar as empresas brasileiras com os mais altos níveis de satisfação entre os seus colaboradores. Os vencedores serão definidos a partir dos resultados da pesquisa FIA Employee Experience, que mede o ambiente de trabalho, a cultura organizacional, a atuação da liderança e a satisfação com os serviços de RH. A pesquisa já está na fase de coleta de dados das empresas inscritas e os vencedores do Prêmio devem ser anunciados em novembro.

Notícias