PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Compra de títulos por BCs de mercados emergentes coloca credibilidade em risco, diz S&P Global

16/09/2020 10h47

Por Marc Jones

LONDRES (Reuters) - Bancos centrais de mercados emergentes podem colocar suas reputações e ratings de crédito soberanos em risco, podendo enfrentar crises econômicas fortes, se suas compras de títulos prosseguirem além da crise de coronavírus, disse a S&P Global em relatório.

Analistas da S&P disseram em relatório nesta quarta-feira que embora não haja indicação de que os investidores perderam a crença nos bancos centrais de Índia, Indonésia e Filipinas, podem surgir riscos se parecer provável que as compras de dívida soberana acontecerão após a pandemia.

"Se forem muito longe...os programas podem prejudicar a capacidade dos bancos centrais de responder a crises futuras, com implicações de rating para os respectivos países", apontou o relatório.

"Se os investidores começarem a ver a dependência do governo do financiamento do banco central como algo estrutural de longo prazo da economia, essas autoridades monetárias podem perder a credibilidade."

A preocupação da S&P também tem a ver com o fato de as compras não serem orientadas para os objetivos de controle da inflação, mas por preocupações de que o aumento da emissão de dívida devido à Covid-19 afetará os custos de empréstimos e as moedas.

"Países com menos instituições públicas de credibilidade e menos flexibilidade monetária, da taxa de câmbio e fiscal têm menos capacidade de monetizar déficits fiscais sem correr o risco de inflação mais alta", disseram os analistas.

"Isso pode provocar maior saída de capital, desvalorizando a moeda e levando as taxas de juros domésticas a subir, como visto na Argentina em momentos da década passada."

A S&P rebaixou os ratings de mais de 50 países desde que a pandemia de coronavírus surgiu, enquanto os níveis de dívida devem continuar a aumentar.

Notícias