PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Incerteza nos torna gananciosos e egoístas mesmo em tempos de pandemia, afirma estudo

Você lava as mãos até se está sozinho em casa? - iStock
Você lava as mãos até se está sozinho em casa? Imagem: iStock

15/09/2020 11h42

Trocar de máscara ou lavar regularmente as mãos contra o coronavírus quando não se é obrigado? Poucas vezes para alguns: a incerteza reforça a tendência de agir unicamente pelo próprio interesse, mesmo durante uma pandemia, segundo um estudo de pesquisadores dinamarqueses e suecos.

"À medida em que surge a incerteza sobre o que se espera de nós, ficamos mais suscetíveis a ficar com o máximo possível e ser gananciosos em vez de generosos", inclusive em tempos de covid-19, destaca Toke Fosgaard, professor da Universidade de Copenhague e co-autor do estudo, em um comunicado publicado hoje.

É uma situação que se aplica durante as crises de saúde: "se as pessoas não souberem quais diretivas são aplicadas, a maioria tenderá a fazer o que quiser", de acordo com Fosgaard, que aponta para o papel da ausência de controle social como justificativa.

Os resultados são particularmente surpreendentes "no caso de uma pessoa que está sozinha, ou seja, longe do olhar crítico dos outros. Por exemplo, ela pode não lavar as mãos quando está em casa".

Os resultados do estudo também podem ser aplicados ao uso de máscaras e à frequência com que precisam ser trocadas.

"Se uma pessoa não sabe por quanto tempo a mesma máscara pode ser usada, eu esperaria —de acordo com nossos resultados—, que muitos ficariam tentados a prolongar seu uso e, dessa forma, reduzir a compra de novas máscaras", explica Fosgaard.

Enquanto a Dinamarca tornou obrigatório o uso de máscara nos transportes públicos e táxis, assim como muitos outros países europeus, na vizinha Suécia as autoridades de saúde pedem à população que seja responsável: distanciamento físico (social), aplicação rígida das normas de higiene, isolamento em caso de apresentar sintomas.

Notícias