PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Itália tem queda de 18% nos crimes nos últimos 12 meses

15/08/2020 09h31

ROMA, 15 AGO (ANSA) - O lockdown imposto para controlar a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) ajudou a Itália a registrar uma queda de 18,2% na quantidade de crimes no período entre 1º de agosto de 2019 e 31 de julho de 2020, informou o Ministério do Interior neste sábado (15).   

Em números totais, foram 1.912.344 atos criminosos registrados nos últimos 12 meses contra 2.338.073 na comparação com o mesmo período entre 2018 e 2019. As maiores quedas foram nos delitos de homicídio (-16,8%), sequestro (-21,1%), roubos (-26,6%) e fraudes (-11,3%).   

Por outro lado, o período de isolamento social obrigatório - que vigorou entre 10 de março e 4 de maio - registrou aumento de crimes familiares, especialmente, de feminicídios. Dos 149 homicídios cometidos em âmbito familiar em todo o ano estudado, 70% tiveram mulheres como vítimas. Já no período do lockdown, esse número subiu para 75,9%.   

Outro crime que registrou forte aumento, de 20%, foram aqueles cometidos de maneira online de todos os tipos.   

Ainda na questão da Covid-19, o relatório informa que 20,3 milhões de pessoas foram paradas durante abordagens no período de isolamento para verificação do cumprimento das regras sanitárias. Destes, pouco mais de 460 mil foram denunciados por alguma violação (2,2% dos abordados), sendo a maioria por não ter respeitado às regras de deslocamento. Outros 5.684 foram denunciados por falsos atestados de necessidade e 1.177 por violarem a quarentena.   

A ministra do Interior, Luciana Lamorghese, antecipou ainda outros números que apresentaram alta: o de crimes de administrações públicas locais (que estão 5% acima dos registrados entre 2018-2019) e também de crimes contra jornalistas (alta de 51%, especialmente, em ameaças na internet). Ambos estão relacionados, conforme as autoridades, à pandemia de Covid-19.   

- Acidentes: Um dos efeitos do lockdown também foi visto nos acidentes de veículos.   

Entre 2019 e 2020, foram 58.475 acidentes em estradas, 20% menos do que no ano anterior. As mortes foram 1.319 nos últimos 12 meses contra 1.719 no ano anterior (retração de 23,3%). Já os feridos foram 37.241 (-22,6% na comparação com o período entre 2018 e 2019). (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias