PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Itália registra 574 casos de Covid-19 em 24 horas e adota novas restrições

14/08/2020 19h57

Roma, 14 ago (EFE).- A Itália registrou nesta sexta-feira um novo aumento de casos diários do novo coronavírus, com 574 infecções nas últimas 24 horas, em comparação com 523 e 481 nos últimos dois dias, levando o país a adotar novas restrições.

Entre ontem e hoje também foram confirmadas três novas mortes, metade das registradas ontem, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde italiano.

Com esses dados, desde o início da pandemia, em fevereiro, a Itália registrou 252.809 casos no total e 35.234 vítimas.

Por região, a maioria dos novos casos foi registrada em Veneto, região norte cuja capital é Veneza, com 127 novas infecções, e Lombardia, a região mais atingida pelo vírus, com 97 novos casos.

Mais de 200 mil pessoas foram curadas desde o início da pandemia e atualmente 771 estão hospitalizadas, das quais 56 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Muitas das novas infecções na Itália foram identificadas como casos importados e as autoridades sanitárias estão controlando todas as pessoas que chegam de países como Espanha, Malta, Grécia e Croácia, considerados em risco.

O Ministério da Saúde italiano decretou na última quarta-feira a obrigação de realização dos exames no prazo de 48 horas após a entrada em território nacional dos viajantes que chegaram desses quatro países, caso não tenham realizado o exame nas 72 horas anteriores à entrada no território nacional.

Os aeroportos de Fiumicino e Ciampino, em Roma, já instalaram várias cabines que poderão ser utilizadas "em breve" para a realização dos testes obrigatórios do novo coronavírus para passageiros que regressam desses países.

Notícias