PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Secretário repudia aglomeração em bares de SP: 'Estamos no meio do caminho'

O Infectologista do Hospital Emílio Ribas, Jean Gorinchteyn - MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO
O Infectologista do Hospital Emílio Ribas, Jean Gorinchteyn Imagem: MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO
do UOL

Do UOL, em São Paulo

09/08/2020 19h11

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, criticou hoje as aglomerações registradas em bares na capital paulista neste final de semana, o primeiro em que os estabelecimentos foram autorizados a funcionar até as 22h.

Gorinchteyn disse em entrevista à Globonews que é "importante ter consciência" e que a população "faz parte desse pacto" de enfrentamento à pandemia. "A população tem que continuar fazendo a sua parte", afirmou.

"Todas as vezes em que falamos da reabertura dos bares e restaurantes, esses estabelecimentos têm todo o ritual sanitário a ser seguido, com distanciamento, álcool em gel. Isso [aglomeração] seguramente não vai ser dentro do estabelecimento. Mas a gente entende que, lá fora, as pessoas não podem ficar aglomeradas, prova disso é que o município de São Paulo proibiu que haja utilização de calçadas para atendimento", comentou o secretário.

Ele afirmou entender que as pessoas estão cansadas das regras de distanciamento social, mas ponderou que ainda não é hora d as atividades voltarem ao normal: "Estamos no meio do caminho, temos muito a fazer. Precisamos da cooperação da populacao".

Notícias