PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Prefeitura de SP interdita 32 bares no sábado por desrespeito a protocolos

Bar interditado em São Paulo por descumpri protocolos sanitários - Felipe Pereira
Bar interditado em São Paulo por descumpri protocolos sanitários Imagem: Felipe Pereira
do UOL

Do UOL, em São Paulo

09/08/2020 16h26

A Prefeitura de São Paulo interditou 32 bares da cidade no sábado por descumprimento dos protocolos sanitários de prevenção à covid-19. Este é o primeiro final de semana em que estes estabelecimentos estão autorizados a funcionar até 22 horas, mudança permitida desde quarta-feira pelo Centro de Contingência ao Coronavírus.

Fiscais da Prefeitura contaram com apoio de policiais militares e guardas-civis metropolitanos e trabalharam em todas as regiões da cidade. O sábado teve uma combinação que favorecia a atração de clientes aos bares porque o tempo era bom e houve final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians.

Até a última quarta-feira, estes estabelecimentos podiam funcionar somente até às 17 horas. Mas o Centro de Contingência ao Coronavírus entendeu que ampliar o limite não causaria aumento da curva da pandemia e autorizou um período maior de abertura.

Mas continua a obrigação de respeitar regras como só atender clientes sentados, máximo de seis pessoas por mesa, disponibilização de álcool gel e uso de equipamentos de proteção por parte dos funcionários. Desde que a pandemia de covid-19 começou, a Prefeitura de São Paulo fechou 943 estabelecimentos.

Os bares são os mais punidos e 542 foram interditados - o que representa 57,5% do total. Os locais pagarão de multa de R$ 9.231,65, aplicada a cada 250 metros quadrados. Isto significa que bares de 500 metros quadrados pagam o dobro, 750 metros quadrados pagam o triplo e assim por diante.

Este foi o segundo dia com fechamento consecutivo de bares. Na sexta-feira, foram interditados outros 25 estabelecimentos. Os donos de locais interditados devem solicitar a reabertura na subprefeitura de sua região.

Notícias