PUBLICIDADE
Topo

Notícias

5 deputados italianos receberam auxílio para autônomos

Em Roma (Itália)

09/08/2020 13h58

Enquanto ainda tenta se reerguer da pandemia do novo coronavírus, a Itália descobriu neste domingo (9) que cinco deputados receberam um auxílio criado pelo governo para ajudar trabalhadores autônomos durante a quarentena.

A revelação foi feita pelo jornal romano La Repubblica, que teve acesso a uma notificação da central anticorrupção do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), responsável pelo benefício.

A instituição não divulgou os nomes dos cinco deputados, mas já há uma pressão para o presidente da Câmara, Roberto Fico, torná-los públicos. O auxílio para autônomos começou a ser pago em abril, com o valor de 600 euros por mês, e depois foi elevado para mil euros. Seu objetivo é garantir a sobrevivência de trabalhadores que perderam a renda devido às medidas de isolamento social no país.

"É uma vergonha que cinco parlamentares tenham usufruído do bônus para autônomos. Esses deputados devem pedir desculpas e restituir o que receberam, é uma questão de dignidade", afirmou Fico, do antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S).

Desde a publicação da notícia, dezenas de políticos se manifestaram para condenar os cinco parlamentares e pedir a devolução do dinheiro, mas nenhum dos envolvidos se pronunciou até o momento.

O Repubblica diz que três deputados são do partido de extrema-direita Liga, de oposição, enquanto os outros dois são dos governistas M5S e Itália Viva (IV), de centro. O líder da Liga, senador Matteo Salvini, não confirmou se correligionários estão envolvidos no escândalo, mas cobrou a "suspensão imediata" dos cinco parlamentares, "independentemente de quem sejam".

Notícias