PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Questão racial precisa mais do que doações, diz ex-líder do Citi

Payne Lubbers

06/08/2020 15h14

(Bloomberg) -- As doações são a resposta da maioria das empresas para lidar com o racismo sistêmico nos Estados Unidos e não são suficientes para resolver os sérios desafios do país, disse o ex-presidente do conselho do Citigroup, Dick Parsons.

"A razão pela qual é a resposta padrão para a maioria das pessoas na América corporativa é porque é o que elas podem fazer com relativa facilidade", disse Parsons, consultor sênior da Providence Equity Partners, durante o Bloomberg Equality Summit na quinta-feira. "O setor corporativo realmente não está equipado ou organizado para lidar com algumas das questões mais fundamentais, como moradia ou educação."

Executivos negros nos EUA ainda tendem a vir das camadas mais altas da sociedade, disse Parsons. O país precisa de caminhos para sair de seu sistema de castas para afro-americanos, que sejam equivalentes aos disponíveis para seus pares brancos, afirmou.

Parsons foi presidente do conselho do Citigroup de 2009 a 2012, um dos poucos executivos negros entre os altos escalões de Wall Street. Anteriormente, foi presidente do conselho e CEO da Time Warner.

©2020 Bloomberg L.P.

Notícias