PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Bolívia distribuirá medicamentos para casos leves de covid-19

Entrega de kits foi anunciada nesta quinta-feira pela presidente interina, Jeanine Áñez - Getty Images
Entrega de kits foi anunciada nesta quinta-feira pela presidente interina, Jeanine Áñez Imagem: Getty Images

06/08/2020 19h08

La Paz, 6 ago (EFE).- O governo da Bolívia prevê distribuir a domicílio, ainda em agosto, milhares de medicamentos para o tratamento da covid-19, com o objetivo de aliviar a capacidade dos hospitais.

A distribuição foi anunciada nesta quinta-feira pela presidente interina, Jeanine Áñez, durante o discurso pelo Dia da Independência do país, comemorado no dia 6 de agosto.

Áñez afirmou que, a partir da segunda quinzena de agosto, deverão ser entregues 150 mil kits em residências que necessitem medicamentos para casos leves e moderados de covid-19. A iniciativa busca "evitar o agravamento da doença e a saturação dos hospitais", segundo a governante em funções.

Jeanine Áñez dedicou parte do discurso à luta contra a pandemia, que, de acordo com o último boletim oficial, totaliza 3.385 mortes e 85.141 casos confirmados no país, que tem 11,5 milhões de habitantes.

Além de ressaltar que encontrou um sistema de saúde "agonizando" quando chegou ao poder, em novembro do ano passado, Áñez voltou a culpar o ex-presidente Evo Morales por não ter investido o suficiente no setor.

O atual governo boliviano calcula que o pico de contágios ocorrerá entre o fim de agosto e o começo de setembro, ou outubro. A quarentena declarada em março tem sido administrada por etapas, com base em um mapa de risco da doença para cada região e município.

Notícias