PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Políticos lamentam caso em Beirute; Covas cita comunidade libanesa em SP

Uma onda de choque é vista durante a explosão em Beirute, Líbano, em foto obtida de um vídeo nas redes social - Karim Sokhn/Instagram/Ksokhn + Thebikekitchenbeirut/via REUTERS
Uma onda de choque é vista durante a explosão em Beirute, Líbano, em foto obtida de um vídeo nas redes social Imagem: Karim Sokhn/Instagram/Ksokhn + Thebikekitchenbeirut/via REUTERS
do UOL

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 22h44

Políticos brasileiros lamentaram a tragédia que ocorreu hoje à tarde em Beirute, capital do Líbano. A grande explosão causou pânico e destruição na região portuária. Uma gigantesca coluna de fumaça pôde ser vista em toda a cidade, relataram testemunhas e a mídia local.

Pelo menos 78 pessoas morreram, informou o ministro da Saúde, Hamad Hassan, e cerca de 4 mil feridos estão sendo encaminhados para hospitais da cidade.

Entre as mensagens de apoio estão a do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que lembrou da comunidade libanesa no município. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também lamentou a situação.

Bruno Covas - prefeito de SP

Minha solidariedade ao povo libanês, aos habitantes de Beirute e a toda a comunidade libanesa em São Paulo pela tragédia ocorrida no dia de hoje.

Quero externar minha tristeza e manifestar minha solidariedade a todos os libaneses, em especial a famílias das vítimas e dos feridos. Tenho certeza que falo em nome de todos os cidadãos de São Paulo, em razão dos laços de amizade e respeito que unem nossas cidades.

Benedita da Silva - deputada federal

É impossível ficar indiferente as cenas da tragédia que aconteceu no Líbano. Deixo minha solidariedade ao povo libanês e meus sinceros pêsames as vítimas da explosão. Que Deus conforte todas as famílias que perderam hoje um ente querido.

Davi Alcolumbre - presidente do Senado

Profundamente triste com a tragédia ocorrida hoje em Beirute, capital do Líbano, que ceifou a vida de dezenas e feriu milhares de pessoas, telefonei há pouco ao Embaixador do Líbano no Brasil, Joseph Sayah.

Em nome do Congresso Nacional, apresentei condolências às vítimas e total solidariedade neste momento de dor. Disse, ainda, que o Parlamento brasileiro está à disposição do governo libanês, inclusive, para formalizar ajuda humanitária àquele país.

Jair Bolsonaro - presidente da República

Profundamente triste com as cenas da explosão em Beirute. O Brasil abriga a maior comunidade de libaneses do mundo e, deste modo, sentimos essa tragédia como se fosse em nosso território. Manifesto minha solidariedade às famílias das vítimas fatais e aos feridos.

Rodrigo Maia - presidente da Câmara

Encaminhei há pouco mensagem de solidariedade ao Embaixador do Líbano, Joseph Sayah. Estamos todos consternados com as violentas explosões hoje ocorridas na área do porto de Beirute.

Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo nossa solidariedade ao querido povo do Líbano, e transmito nossas mais sentidas condolências pelas muitas vidas perdidas.

Kim Kataguiri - deputado federal

Vídeos mostram como ficou Beirute após a explosão no porto da cidade. É um cenário de guerra. Meu apoio e solidariedade aos familiares e amigos das vítimas da explosão em Beirute. Espero que a cidade e seu povo tenham resiliência e forças para se reerguer o mais rápido possível.

Notícias