PUBLICIDADE
Topo

Zoológico de Los Angeles sacrifica casal de leões juntos há anos

Casal de leões Hubert e Kalisa, do Zoológico de Los Angeles, nos Estados Unidos - Divulgação/L.A. Zoo
Casal de leões Hubert e Kalisa, do Zoológico de Los Angeles, nos Estados Unidos Imagem: Divulgação/L.A. Zoo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

01/08/2020 17h53

O Zoológico de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu adeus ao seu casal mais conhecido. Os leões Hubert e Kalisa foram sacrificados na última quinta (30) por problemas de saúde causados pela idade.

"É uma perda muito dura para a comunidade do zoológico. No início das manhãs, os funcionários ouviam cotidianamente os rugidos de Hubert. Eu, pessoalmente vou sentir falta de ouvi-lo. E não dá para pensar em Hubert sem sua companheira Kalisa", declarou Alisa Behar, responsável pela seção de mamíferos no zoológico, por meio de nota.

Nascidos em cativeiro, ambos tinham 21 anos e estavam juntos no zoológico da Califórnia há seis anos. Antes disso, já conviviam no zoológico de Seattle, ao norte do país. Apesar da relação duradoura, nunca chegaram a procriar.

"Hubert e Kalisa são uma parte icônica da experiência no L.A. Zoo. Nossos funcionários e visitantes ficavam muito comovidos por sua relação leal", declarou Denise Verret, CEO do zoológico, também por meio de nota.

A CEO agradeceu ainda à equipe médica da instituição pelo prolongamento da vida dos animais. De acordo com o zoológico, a expectativa de vida de leões em cativeiro é de 17 anos.

"Sua longevidade é uma prova verdadeira do excelente nível de cuidado de nossos veterinários", afirmou Verret.

Notícias