PUBLICIDADE
Topo

Mais de 60 pessoas morrem intoxicadas por álcool de contrabando na Índia

01/08/2020 14h26

Mais de sessenta pessoas morreram depois de beber álcool de contrabando intoxicado no estado indiano de Punjab (nordeste), afirmaram as autoridades e a imprensa.

As vítimas morreram em três distritos do estado e a polícia prendeu 10 pessoas, afirmaram as autoridades.

Centenas de pessoas morrem a cada ano na Índia por álcool intoxicado produzido em destilarias de rua, que é vendido por apenas 10 rúpias (13 centavos de dólar) o litro.

Onze pessoas morreram no distrito de Gurdaspur, declarou um funcionário à agência de notícias AFP. A agência de notícias Press Trust of India e outros meios de comunicação informaram neste sábado (1º) que a bebida ilegal causou 53 mortes nos distritos vizinhos de Amritsar e Tarn Taran.

Acredita-se que tenha havido mais mortes nos últimos dias, mas não se pode provar já que os corpos foram incinerados sem que fosse feita uma autópsia.

O primeiro-ministro do estado de Punjab, Amarinder Singh, disse na sexta-feira que ordenou uma investigação especial sobre as mortes e que "ninguém que seja declarado culpado será perdoado".

Notícias