PUBLICIDADE
Topo

Homem com covid-19 pegou avião com argentinos que adoeceram em navio

Navio pesqueiro onde 57 tripulantes foram diagnosticados com a covid-19 na Argentina - Télam/Agência Nacional de Notícias
Navio pesqueiro onde 57 tripulantes foram diagnosticados com a covid-19 na Argentina Imagem: Télam/Agência Nacional de Notícias
do UOL

Do UOL, em São Paulo

16/07/2020 12h17

Alguns tripulantes do navio pesqueiro Etchizen Maru viajaram até Ushuaia, cidade no arquipélago Terra do Fogo, na Argentina, em um avião em que também estava um homem de 80 anos diagnosticado com o coronavírus. Após a viagem, Máximo Ramón Cardozom foi internado no hospital regional da cidade, onde morreu poucos dias depois devido à covid-19, informaram as autoridades que investigam o caso na cidade.

Esse pode ser um dos motivos que explicaria a infecção por covid-19 de 57 dos 61 tripulantes que estavam na embarcação. O caso vem intrigando os argentinos, já que os tripulantes fizeram testes, cumpriram a quarentena de 14 dias antes da viagem e ficaram 35 em alto mar sem contato com outras pessoas.

O navio deveria retornar ao porto de Ushuaia no dia 20 de julho, mas voltou no último sábado (11), após alguns tripulantes apresentarem sintomas da covid-19.

"Até o médico que estava a bordo está infectado", disse Nelson Ledesma Chávez ao site argentino Crónicas Fueguinas, segundo divulgou o jornal Clarín. Ele era um dos que estavam no navio. "Nos pegou uma gripe cada vez mais forte. (...) Comigo aconteceu em 4 de julho. Fiquei muito mal. Senti que morria, que algo me rasgava por dentro. É um vírus que causa muito mal", completou o marinheiro.

A maioria dos tripulantes é natural da cidade de Corrientes. Eles estão isolados e em recuperação. A Marinha argentina já apurou o trajeto do navio e descartou que ele tenha tido contato próximo com outra embarcação. As investigações continuam.

Notícias