PUBLICIDADE
Topo

Centro para migrantes tem mais de 40 casos de Covid na Itália

16/07/2020 12h23

JESOLO, 16 JUL (ANSA) - A Cruz Vermelha confirmou que foram registrados 43 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no centro de acolhimento de imigrantes da entidade em Jesolo, no Vêneto, na Itália. Ao todo, 42 dos infectados eram estrangeiros e uma pessoa é funcionária.   

Conforme um comunicado oficial, os contaminados irão ser transferidos - através de recursos próprios - para estruturas de atendimento protegidas, onde serão isolados. Ao todo, a sede em Jesolo abriga cerca de 100 imigrantes.   

O coordenador regional para o Vêneto da Cruz Vermelha, Francesco Bosa, garantiu que a entidade fará o máximo controle para a transferência e cuidados das pessoas."Nos próximos 14 dias, o nosso dever será aquele que garantir a permanência deles na estrutura", destacou.   

O prefeito da cidade, Valerio Zoggia, anunciou ainda que serão destacados agentes das forças de ordem para proteger a parte externa da sede da instituição. "A situação está sob controle e será monitorada constantemente", disse o prefeito ressaltando que baixou um decreto em que a entidade precisa obrigatoriamente acompanhar a situação. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias