PUBLICIDADE
Topo

Meteorologistas alertam para risco de novo ciclone no sul do Brasil

do UOL

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 17h22Atualizada em 04/07/2020 11h08

Dias depois que chamado ciclone bomba atingiu estados do sul do país, especialistas alertam para a possibilidade de um segundo fenômeno, similar ao dessa semana, passar pela mesma região nos próximos dias.

Uma nota publicada hoje pelo MetSul Meteorologia, afirma que estudos apontam a formação de um centro de baixa pressão e seu aprofundamento junto à costa do Rio Grande do Sul no dia 8 deste mês.

Segundo o texto, mapas mostram projeções vindas dos Estados Unidos e do Canadá — o mais provável é que o modelo canadense forme o ciclone mais próximo do Litoral Sul do Rio Grande do Sul, enquanto no norte-americano viria a se aprofundar no Litoral Norte.

A MetSul Meteorologia diz que a questão não é "se" o estado terá novos ciclones, mas quando. "É uma certeza" que o estado enfrente novos fenômenos: "Pode ser ainda neste ano, pode ser ano que vem ou apenas daqui a alguns anos".

Esta nova formação, no entanto, não deve ser tão explosiva com a anterior — que derrubou prédios e matou pessoas — , já que modelos indicam a formação de um sistema de baixa pressão.

O Lapis (Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites) informou hoje que, por conta da chegada do novo ciclone extratropical, Santa Catarina deve ter nebulosidade e ventos fortes na altura do rio Uruguai. Há previsão de chuva para Rio Grande do Sul e Santa Catarina entre domingo (5) e terça-feira (7). A chuva pode ser forte em algumas regiões.

Em vídeo publicado pelo Laboratório, é possível observar a formação:

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente, domingo será dia 5, e não 4. O texto foi corrigido

Notícias