PUBLICIDADE
Topo

Temores sobre vírus pressionam S&P e Dow após forte recuperação trimestral

30/06/2020 11h16

Por Pawel Goraj e Devik Jain

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Dow Jones tinham pouca movimentação nesta terça-feira, com preocupações relacionadas ao coronavírus e tensões entre Estados Unidos e China pesando sobre o sentimento ao final do que se espera ser o melhor trimestre para o S&P desde 1998.

O índice de referência teve recuperação de cerca de 18% desde abril devido a uma série de estímulos fiscais e monetários e à flexibilização de restrições relacionadas ao vírus, mas ainda tem perda de cerca de 5% no ano, com novos surtos de casos da doença alimentando medos sobre uma nova rodada de lockdowns.

Com a Califórnia e o Texas registrando um pico recorde de casos na segunda-feira, os investidores estão contando com mais estímulos para reforçar a economia norte-americana.

Oito dos 11 principais setores do S&P 500 eram negociados em leve alta, com as ações imobiliárias e de empresas financeiras liderando os ganhos.

"Embora os operadores sigam curiosamente cautelosos à espera do próximo catalisador, eles também mantêm o risco próximo antes do fim de semana prolongado" por feriado nos EUA, disse Stephen Innes, estrategista de mercados da AxiCorp.

Às 11:16 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,16%, a 25.555 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,228282%, a 3.060 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,7%, a 9.943 pontos.

Notícias