PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura de Goiânia segue ordem estadual e volta a fechar comércio amanhã

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), comemorou trabalho em conjunto com o governo estadual - Reprodução/Instagram
O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), comemorou trabalho em conjunto com o governo estadual Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

30/06/2020 19h50

A prefeitura de Goiânia anunciou que seguirá na íntegra o decreto do governo do estado de Goiás, que determina o fechamento do comércio e outros serviços não essenciais na capital a partir de amanhã.

Agora, o município vai seguir um modelo alternado de isolamento, ou seja, suspenderá atividades por 14 dias e depois retomará os serviços por outros 14 dias.

O fechamento, portanto, começa a valer amanhã e segue até o próximo dia 13.

Em nota, o município de Goiânia disse que este modelo "é baseado em um estudo da (UFG) Universidade Federal de Goiás, que prevê o esgotamento dos leitos clínicos e de UTI caso não haja aumento do isolamento social".

"Estamos trabalhado juntos [prefeitura e governo estadual], reforçando o sistema de saúde, conversando os representantes sociedade civil e tomando medidas uniformes para proteger a vida de todos", disse o prefeito Iris Rezende.

A cidade manterá o uso obrigatório de máscaras, com multa no valor de R$ 627,38 para quem desobedecer.

Notícias