PUBLICIDADE
Topo

Notícias

BC da China cortará taxas de redesconto e reempréstimo a partir de 1° de julho, dizem fontes

30/06/2020 08h35

PEQUIM (Reuters) - O banco central da China cortará as taxas de redesconto e reempréstimo em 25 pontos-base a partir de 1º de julho, disseram duas fontes com conhecimento direto do assunto à Reuters nesta terça-feira, em uma medida que reduzirá os custos de financiamento para empresas menores e setores rurais.

O Securities Times informou pela primeira vez os cortes nas taxas.

A taxa de reempréstimo de três meses para pequenas empresas e setores rurais será reduzida para 1,95%, enquanto a taxa de seis meses cairá para 2,15% e a taxa de um ano será cortada a 2,25%, informou o jornal apoiado pelo governo.

A taxa de redesconto será reduzida em 0,25 ponto percentual, para 2%, afirmou o jornal.

O banco central também reduzirá a taxa de reempréstimo relacionada à estabilidade financeira em 50 pontos-base, acrescentou.

O Banco do Povo da China já lançou uma série de medidas de flexibilização desde o início de fevereiro, incluindo cortes na taxa de compulsório e apoio direcionado a empresas afetadas pelo vírus.

Notícias