PUBLICIDADE
Topo

Moto mais cara do Brasil, Superleggera V4 é feita artesanalmente; assista

Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

do UOL

Colunista do UOL

27/06/2020 04h00

Moto mais cara do Brasil, anunciada com o preço de R$ 700 mil por aqui, a Ducati Superleggera V4 entrou em produção na fábrica da marca em Borgo Panigale, na Itália, onde é vendida por 100 mil euros.

Superleggera V4 unidade 001 - Divulgação - Divulgação
Série exclusiva e limitada, Ducati Superleggera V4 custa 100 mil euros na Itália, e cerca de R$ 700 mil no Brasil
Imagem: Divulgação
Montada quase que de forma artesanal, como mostra o vídeo divulgado pela Ducati, a moto é uma versão exclusiva e limitada da superesportiva Panigale V4. Dada a complexidade dos materiais e do processo de montagem manual, são produzidas apenas cinco unidades por dia.

A Superleggera V4 ficou famosa por outros motivos, além do seu exorbitante preço. A moto tem quadro, subquadro, balança traseira e rodas feitas em fibra de carbono.

Superleggera V4 motor - Divulgação - Divulgação
Funcionário da Ducati acerta o motor V4 de 998 cc que produz até 234 cv de potência máxima
Imagem: Divulgação
O material superleve também é responsável pela incrível relação peso/potência de 1,54 cv/kg. Na configuração de corrida, com escapamento Akrapovic, fornecido junto com a moto, o motor de quatro cilindros em V, 998 cm³, produz 234 cv de potência máxima - e excelentes 224 cv com o escapamento homologado para as ruas. O peso do conjunto é de 159 kg - 16 kg a menos do que a Panigale V4 - mas cai para 152,2 kg com o kit de corrida.

Superleggera V4 entrega - Divulgação - Divulgação
CEO da Ducati, à esquerda, entrega a primeira unidade da moto ao seu proprietário na sede da empresa na Itália
Imagem: Divulgação
A primeira unidade, das apenas 500 que serão fabricadas do modelo, foi entregue ao proprietário ontem, 26 de julho, na sede da empresa. O belga Filip Van Schil, dono de outras nove motos da marca italiana, recebeu sua Superleggera V4 do CEO da Ducati, Claudio Domenicali, que entregou pessoalmente o modelo número 001/500 e o certificado de autenticidade ao sortudo proprietário.

Notícias