PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro queria menos radares e pede para população denunciar os "piratas"

"É muito fácil você cometer infração de trânsito com a quantidade de radares que tem pelo Brasil", disse Bolsonaro - AFP
"É muito fácil você cometer infração de trânsito com a quantidade de radares que tem pelo Brasil", disse Bolsonaro Imagem: AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

25/06/2020 20h39

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu para que as pessoas denunciem a existência de radares "piratas", em live realizada pelas redes sociais, ao citar o projeto de lei que altera o Código de Trânsito, aprovado ontem pela Câmara.

"Temos que ter pelo menos 1900 radares fixos no Brasil. Queria diminuir mais ainda o número de radares, mas a Justiça decidiu por 1.900. Estamos ultimando um levantamento com as coordenadas geográficas desses radares. Se você passar perto de um radar que não está previsto naquela área geográfica, é um radar piratão. É pirata, não tem que existir. Entre em contato com a gente que a gente vai retirar esse radar de lá", pediu Bolsonaro.

Antes, Bolsonaro falou ainda sobre a nova validade da CNH, agora de 10 anos, e do aumento da pontuação de multas, cujo limite vai de 20 para 40 pontos. Segundo ele, a medida beneficiou "profissionais do volante", como caminhoneiros, motoristas de ônibus, de vans e de transportes alternativos.

"É muito fácil você cometer infração de trânsito, com a quantidade de radares que tem pelo Brasil, e perder 20 pontos na carteira. Então, a Câmara também passou para 40 pontos. É uma medida bem-vinda que vai ajudar esses profissionais", afirmou.

Notícias