PUBLICIDADE
Topo

Suspeito em caso Madeleine pode ter feito outros 2 sequestros

06/06/2020 12h56

ROMA, 06 JUN (ANSA) - O alemão Christian Bruckner, 43 anos, suspeito de ser o responsável pelo desaparecimento da menina britânica Madeleine McCain, já foi investigado pelo sumiço de duas outras crianças, revelam diversos jornais da Alemanha e do Reino Unido.   

Além do caso da pequena Inga Gehricke, 5 anos, em 2015, revelado pela mídia alemã nesta sexta-feira (05), Bruckner também estaria envolvido no sumiço do menino alemão René Hasee, 6 anos, que também desapareceu durante as férias da família no Algarve, em Portugal - assim como o caso de Maddie.   

Os jornais informam que a família de René teria sido notificada sobre o desenvolvimento do caso recentemente. O menino sumiu em 21 de junho de 1996 na praia de Aljezur, uma cidadela que fica a apenas 40 quilômetros da Praia da Luz, local do caso McCain 11 anos depois.   

O alemão está preso por outros delitos, entre eles abuso de menores de idade, estupro e tráfico de drogas, mas tornou-se uma peça-chave para entender o que aconteceu com a pequena Madeleine, que tinha apenas três anos de idade quando desapareceu.   

Apesar da Procuradoria alemã acreditar que Maddie estaria morta, a advogada da família McCain se mostrou otimista com a informação da prisão de Bruckner porque, pela primeira vez em 11 anos, tanto a Alemanha, como investigadores do Reino Unido e de Portugal são unânimes com o novo suspeito. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias