PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Policial aposentado é morto ao tentar evitar saque em loja nos EUA

David Dorn, 77 anos, foi morto ao tentar evitar que uma loja fosse saqueada em St. Louis, nos EUA - Reprodução/Twitter
David Dorn, 77 anos, foi morto ao tentar evitar que uma loja fosse saqueada em St. Louis, nos EUA Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo

03/06/2020 07h58

Um capitão de polícia aposentado foi morto a tiros durante saques em St. Louis, no Missouri (EUA) na madrugada de ontem.

David Dorn, de 77 anos, morreu ao responder a um alarme em uma loja de penhores para a qual prestava serviços de segurança, segundo o departamento de polícia local.

Os Estados Unidos registram protestos em várias cidades por causa da morte de George Floyd após uma ação policial na semana passada.

Segundo o chefe da polícia de St. Louis, John Hayden, 25 pessoas foram presas e 55 empresas informaram ter sofrido danos ou sido assaltadas. Ele disse ainda que Dorn, que deixou o trabalho após 38 anos, era "um bom capitão", muito admirado pelos oficiais mais novos.

Dorn foi morto por volta da 2h30 (horário local) em frente à loja. O filho dele, Brian Powell, disse à emissora KTVI que o pai tinha cinco filhos e dez netos. Ele acredita que o pai, apaixonado por ajudar os jovens, teria perdoado os responsáveis pela violência e tentado falar com eles.

"A pessoa que puxou o gatilho, minha mensagem para eles seria simplesmente, basta se afastar do que você está fazendo. Conheça o verdadeiro motivo pelo qual você está protestando. Vamos fazê-lo de uma maneira positiva. Não temos sair e saquear e fazer todas as outras coisas ", disse Powell.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também prestou homenagem a Dorn no Twitter. "Nosso maior respeito pela família de David Dorn, um grande capitão de polícia de St. Louis, que foi ferozmente baleado e morto por saqueadores desprezíveis na noite passada. Honramos nossos policiais, talvez mais do que nunca. Obrigado!"

Notícias