PUBLICIDADE
Topo

A terceira tempestade tropical do ano, Cristobal, se forma no Golfo do México

02/06/2020 16h05

Miami, 2 Jun 2020 (AFP) - A tempestade tropical Cristobal se formou no Golfo do México, marcando um novo recorde ao se tornar o terceiro ciclone da temporada de furacões no Oceano Atlântico, informaram os meteorologistas norte-americanos nesta terça-feira.

Cristobal sopra com ventos máximos de 65 km/hora, com rajadas mais fortes, próximo a cidade mexicana de Campeche, ao oeste de Yucatán, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami.

Ele permanecerá no lado sul da baía de Campeche até a noite de quarta-feira, afirmou o NHC, ao emitir um alerta de tempestade tropical que vai de Campeche até Veracruz.

A tempestade chegará ao Golfo do México no fim de semana, embora seja cedo para calcular com que intensidade ela irá alcançar a costa dos Estados Unidos.

"É possível que se fortaleça durante o próximo dia", escreveu o NHC.

Esse sistema se formou inicialmente no Pacífico oriental com a primeira tempestade tropical Amanda -a primeira da temporada de furacões do Pacífico-, que atravessou a América Central deixando pelo menos 18 mortos e diversos danos materiais, até se reorganizar no Golfo do México.

Cristobal marca um novo recorde desde que os registros começaram a serem feitos em 1851.

A última vez que se havia formado uma terceira tempestade tropical foi no ano de 2016, com a formação do ciclone Colin em 5 de junho, escreveu no Twitter Philip Klotzbach, meteorologista da Universidade do Colorado.

As tempestades tropicais Arthur e Bertha se formaram algumas semanas antes do inicio oficial da temporada de furacões do Atlântico, que vai de 1º de junho até 30 de novembro.

Meteorologistas norte-americanos estão advertindo que este ano será mais acima da média.

lm/gma/cc

Notícias