PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro diz só querer entregar 'esse Brasil melhor' para quem sucedê-lo

Emilly Behnke

Brasília

23/05/2020 19h44

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse neste sábado, 23, que a maior recompensa que tem no cargo é ser reconhecido pela população. "Quero entregar esse Brasil melhor para quem me suceder no futuro", afirmou ao deixar o prédio onde mora o filho Jair Renan Bolsonaro, conhecido como "04".

Ao sair do local, o presidente foi cercado por apoiadores que o receberam aos gritos de "mito".

Um deles afirmou que o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que foi tornado público ontem após decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), seria o "vídeo da reeleição" do presidente.

Antes de visitar o filho Jair Renan, Bolsonaro esteve com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Ao sair do apartamento do ministro, o presidente também chegou a cumprimentar alguns apoiadores, mas ouviu entre os tradicionais gritos de "mito" também outros de "fora Bolsonaro", além de xingamentos.

Sobre o encontro com Ramos, o presidente disse que foi um "bate papo". "Conheço Ramos desde 1973, velho amigo meu. Foi um bate papo, praticamente falar da vida e dos problemas."

Questionado se estava retornando para o Palácio da Alvorada, o presidente disse que não tem rotina, que gosta de sentir o clima, sentir o povo.

Em seguida, o comboio presidencial deixou o local e mais adiante o presidente parou para comer cachorro quente na rua.

Notícias