PUBLICIDADE
Topo

Rússia prevê aumento 'significativo' de mortes por coronavírus em maio

ALEXANDER NEMENOV/AFP
Imagem: ALEXANDER NEMENOV/AFP

22/05/2020 11h22

As autoridades russas preveem um "aumento significativo" do número de mortos por coronavírus em maio no país, o segundo mais afetado do mundo em número de casos.

"Nossa análise e a curva de desenvolvimento da epidemia na Rússia (...) indicam que um aumento significativo dos indicadores de mortalidade será registrado em maio", afirmou hoje a vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova, em reunião governamental por teleconferência.

Comparada à Europa ocidental e aos Estados Unidos, a mortalidade atribuída diretamente ao coronavírus continua relativamente baixa na Rússia, com 3.249 vítimas em mais de 326.000 casos registrados.

A Rússia inclui em suas contagens oficiais apenas as mortes cuja primeira causa é o coronavírus, após a autopsia, enquanto outros países incluem neste balanço praticamente todas as mortes de pacientes que deram positivo nos testes.

As autoridades russas não divulgaram dados sobre o número de mortos entre os casos estabelecidos de covid-19.

Os críticos a esse tipo de contagem alertam que o saldo real de óbitos só aparecerá quando compararem as taxas de mortalidade em termos anuais.

Golikova afirmou que a Rússia segue "as exigências internacionais formuladas pela Organização Mundial da Saúde" em relação às causas das mortes de seus cidadãos.

"Nunca ocultamos a situação da mortalidade na Rússia", acrescentou.

Notícias