PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: Estados Unidos terão bandeiras a meio mastro em tributo a vítimas

Informação foi anunciada pelo presidente Donald Trump quando país se aproxima de 100 mil mortes causadas pelo novo coronavírus - Alex Wong/Getty Images
Informação foi anunciada pelo presidente Donald Trump quando país se aproxima de 100 mil mortes causadas pelo novo coronavírus Imagem: Alex Wong/Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 20h35

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje que todos os prédios federais e monumentos nacionais no país terão bandeiras a meio mastro nos próximos três dias, em tributo aos cidadãos que morreram vítimas da covid-19.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, os EUA já contabilizaram 1.575.064 casos do novo coronavírus desde o início da pandemia, com 94.591 mortes decorrentes. A tendência é que o país supere a marca de 100 mil vítimas nos próximos dias.

"Vou baixar as bandeiras de todos os edifícios federais e monumentos nacionais a meio mastro nos próximos três dias, em memória dos americanos que perdemos para o coronavírus", anunciou Trump em sua conta no Twitter.

A homenagem será mantida na segunda-feira, quando os norte-americanos celebram o Memorial Day (data que homenageia militares do país mortos em guerras). "Na segunda-feira, as bandeiras estarão a meio mastro em homenagem a homens e mulheres de nossas forças armadas que fizeram o sacrifício supremo por nossa nação", acrescentou.

O anúncio feito no Twitter ocorreu, segundo o jornal The New York Times, após o pedido de opositores no Congresso local para que as bandeiras fossem baixadas. Na manhã de hoje, os democratas Nancy Pelosi (presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos) e Chuck Schumer (senador do estado de Nova York) solicitaram a Trump "uma expressão nacional de pesar".

Notícias