PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Com 737 novos óbitos, Reino Unido ultrapassa 10 mil mortes por Covid-19

12/04/2020 17h10

Londres, 12 abr (EFE).- O número de mortes por Covid-19 registradas nos hospitais do Reino Unido aumentou em 737 nas últimas 24 horas, agora totalizando 10.612, informou neste domingo o governo britânico.

O novo número diário é inferior ao de 917 mortos confirmado no sábado e ao recorde de 980 anunciado na sexta-feira, até agora o mais alto já registrado em um único dia em qualquer país europeu.

De acordo com dados oficiais, até a manhã deste domingo, 282.374 pessoas já tinham sido testadas para a doença, das quais 84.279 apresentaram resultados positivos.

Em entrevista coletiva, o secretário de Estado de Saúde, Matt Hancock, declarou que este é "um dia sombrio" no Reino Unido, uma vez que a marca de 10 mil mortes foi ultrapassada.

Em declarações à "BBC", o pesquisador Jeremy Farrar, membro da equipa de consultores do governo, tinha dito anteriormente que era "provável" que o país se tornasse "um dos mais afetados, ou o mais afetado" pela pandemia na Europa, inclusive à frente de Itália, Espanha e França.

O anúncio dos últimos dados coincide com a alta hospitalar do primeiro-ministro, Boris Johnson, que havia sido internado com Covid-19 no dia 5 de abril e passou três noites na UTI. Agora, o premiê se recuperará na residência oficial de Chequers, a oeste de Londres.

Em vídeo divulgado no Twitter, Johnson diz que é difícil encontrar as palavras" para expressar sua "dívida" com o Serviço Nacional de Saúde (NHS, em inglês) e agradeceu pelo atendimento prestado pelos profissionais de saúde.

O premiê, de 55 anos, também pede para que os britânicos respeitem as restrições impostas para evitar a propagação do coronavírus SARS-COV-2 e proteger o que considera ser "o maior ativo" do país, o NHS.

Notícias