PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus no Brasil: País tem 486 mortos e 11.130 casos oficiais

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, usam máscaras em coletiva sobre o coronavírus no Brasil - Pedro Ladeira/Folhapress
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, usam máscaras em coletiva sobre o coronavírus no Brasil Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress
do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/04/2020 17h29Atualizada em 05/04/2020 20h01

O Ministério da Saúde anunciou hoje que subiu para 486 o número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil —aumento de 54 óbitos confirmados nas últimas 24 horas. Até ontem, eram 432 mortes.

No total, são 11.130 casos oficiais no país até agora —aumento de 852 casos de ontem para hoje—, segundo o governo. Até ontem, eram 10.278 casos confirmados. A letalidade é de 4,4%, ou seja, entre cada 100 pessoas contaminadas, quatro morrem.

O Brasil teve menos casos confirmados e menos mortes na comparação entre os números de hoje com os de ontem. Neste domingo, foram 54 óbitos e 852 casos nas últimas 24 horas, contra 73 óbitos e 1.222 casos divulgados no sábado.

Foi a primeira vez desde 30 de março que o aumento de casos em um dia ficou abaixo da casa de 1.000, de acordo com a plataforma online de acompanhamento da epidemia no Brasil.

SP e RJ têm mais casos e mortes

A região que mais concentra casos de covid-19, segundo o ministério, é a Sudeste (6.678). Na sequência estão Nordeste (1.880); Sul (1.213); Centro-Oeste (708) e Norte (651).

O estado com mais mortes e pacientes é São Paulo: 4.620 casos confirmados e 275 mortes. Na sequência, aparece o Rio de Janeiro, com 1.394 casos confirmados e 64 mortes.

Apenas dois estados do Brasil não registraram mortes por covid-19, ambos do Norte: Acre (48 casos confirmados) e Tocantins (17 casos confirmados).

Na véspera, o Ministério da Saúde alertou que o Distrito Federal e os Estados de São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas podem estar na transição da fase de epidemia localizada para a situação de aceleração descontrolada.

(Com agências)

Notícias