PUBLICIDADE
Topo

Petrobras posterga dividendos em meio a pandemia e choque de preços do petróleo

Marcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo
Imagem: Marcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo

Por Luciano Costa

26/03/2020 08h15

A estatal Petrobras informou que seu conselho de administração decidiu alterar a data de pagamento de dividendos remanescentes aos acionistas de 20 de maio para 15 de dezembro, segundo fato relevante de hoje.

"A postergação do pagamento dos dividendos é uma das medidas adotadas pela companhia para preservação de seu caixa, em função da pandemia da covid-19 (coronavírus) e do choque de preços de petróleo", afirmou a companhia.

O montante a ser pago em dividendos, referentes a 2019, é de R$ 1,7 bilhão para detentores de ações ordinárias e R$ 2,5 milhões para as ações preferenciais.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Notícias