PUBLICIDADE
Topo

Espanha registra mais de 4 mil mortes e 56 mil infectados por coronavírus

Ambulância em Madri, na Espanha - Europa Press News/Europa Press via Getty Images
Ambulância em Madri, na Espanha Imagem: Europa Press News/Europa Press via Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 08h21Atualizada em 26/03/2020 09h52

A Espanha já registra 4.089 mortes provocadas pelo novo coronavírus e mais de 56 mil infectados — 8.578 a mais que no dia anterior —, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde.

O número de mortes por dia - 655 - caiu pela primeira vez na última semana, com 83 menos óbitos do que os registrados ontem.

Porta-voz do governo e ministra das Finanças, Maria Jesús Montero disse que todas as administrações estão trabalhando "incansavelmente" para obter suprimentos médicos. Ao canal Telecinco, ela descreveu a situação como "uma guerra autêntica".

Isolamento é prorrogado

O Executivo obteve nesta manhã amplo apoio no Congresso para realizar medidas econômicas e sociais contra o coronavírus e a extensão do estado de alarme, incluindo o estado de isolamento que fez com que as pessoas ficassem confinadas em casa, só podendo sair para comprar comida ou remédios ou ir ao trabalho, segundo a agência Reuters.

"Não é fácil estender o estado de emergência, estou convencido que a única opção eficiente contra o vírus é o isolamento social", disse o primeiro-ministro, Pedro Sánchez.

De acordo com o jornal El Pais, Sánchez, participa hoje por videoconferência de uma reunião do G-20 e, posteriormente, de uma cúpula com os líderes da União Europeia.

Notícias