PUBLICIDADE
Topo

Doria espera que União anuncie ajuda econômica a estados em 72 horas

O governador João Dória concede coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo - Estadão Conteúdo
O governador João Dória concede coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo Imagem: Estadão Conteúdo
do UOL

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 13h05

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que espera o anunciou de medidas econômicas em socorro aos estados por parte do governo federal em até 72 horas. Ele afirmou que por enquanto nenhuma medida foi tomada, mas ressaltou que o ministro da Economia participou dos encontros com os governadores e que houve promessa de ajuda em até três dias.

Depois de uma reunião realizada ontem, os 27 governadores divulgaram uma carta ressaltando as reivindicações econômicas que têm. A principal reivindicação é garantir uma renda mínima básica para os brasileiros. Outro pedido é suspender o pagamento da dívida dos estados durante um ano para dar fôlego financeiro para combater o coronavírus e empréstimos.

Em nível estadual, o governo de São Paulo vai repassar, a partir do dia 3 de abril, R$ 218 milhões para municípios com mais de 100 mil habitantes para o combate ao coronavírus. A intenção é fazer dos 80 municípios que estão nesta lista referência médica. A medida não inclui a capital do estado, que terá o valor de repasse anunciado amanhã. As cidades com menos de 100 mil habitantes serão informadas na segunda-feira a respeito do montante que será enviado.

O secretário de Saúde, José Henrique Germann, ressaltou que São Paulo era 90% dos casos do Brasil e agora caiu para um terço do total. Ele interpreta o dado como uma expansão nacional da covid-19. Germann avalia que as medidas de isolamento social estão ajudando a conter a pandemia no estado.

Notícias